Title

Description

    A forma exata com a Tebis

    A Merima Präzisions-Werkzeugbau GmbH, com sede em Brackenheim na Alemanha, especializou-se em estampagem complexa e ferramentas progressivas. A empresa dedica-se principalmente à indústria automóvel e dá apoio aos seus clientes em toda a cadeia de processos, desde o desenvolvimento de peças até à produção em série. Este produtor de ferramentas tem uma vasta experiência na produção de ferramentas de estampagem na área da conformação de chapas metálicas. A exigência: Produzir ferramentas da mais alta qualidade. Para esse efeito, a Merima utiliza o software da Tebis desde 1996. 

    Company

    Merima Präzisions-Werkzeugbau GmbH

    Location

    Brackenheim, Webinar

    Focus

    Process analysis by Tebis Consulting, morphing with Tebis BREP, active surface preparation, automation with Tebis templates, low-personnel manufacturing, process libraries and standards

    Benefits:
    • Reduced tryout time with excellent active surface preparation
    • Fast and reliable manufacturing thanks to automation
    • Easy, repeated and reliable work with process libraries
    Sector

    Die manufacturing

    Published

    2017

    Interviewee Björn Wind, Team leader for work preparation and NC manufacturing

    Tebis has helped us to improve our overall production process; we have become faster and more flexible and we now manufacture more efficiently and reliably. All this thanks to the high consistency of the software, which no one else can offer in this form.

    Merima Präzisions-Werkzeugbau GmbH, Germany

    What used to take a week, we can now accomplish in a single day using Tebis Morphing, and the need for manual reworking has gone down.

    Merima Präzisions-Werkzeugbau GmbH, Germany

    O modelo para o lucro

    A empresa familiar, fundada em 1988 emprega atualmente cerca de 40 trabalhadores. O parque de máquinas compreende sete máquinas, entre elas, duas máquinas de fresagem tipo pórtico e diversos centros e prensas de processamento de 5 eixos. Em 2013, a Merima foi adquirida pela GSU Stanz- und Umformtechnik GmbH, com sede em Ludwigsburg, e expandiu o seu portfólio com a fabricação de ferramentas mais pequenas e com a produção em série. Esse não foi apenas um desafio financeiro, mas também um desafio para o design e a fabricação. A Merima expandiu de forma consistente a sua presença no mercado. Graças às novas capacidades na produção mecânica, a empresa conseguiu sair com sucesso de uma situação económica delicada. «Isso implicou um trabalho árduo, mas valeu a pena, uma vez que hoje somos uma empresa lucrativa », salienta Björn Wind, Chefe de equipa da preparação do trabalho e de produção NC na Merima.

    A Merima especializou-se em ferramentas tamanho de até 1500 milímetros e na produção em série.

    Björn Wind trabalha desde 1999 no produtor de ferramentas de precisão e já contribuiu para a introdução de muitas alterações. O que mais o preocupa é o receio de cegueira operacional: «Quem, por força de hábito, faz tudo mesma maneira, fica rapidamente para trás.» Para que tal não aconteça, ele está recetivo à mudança e valoriza as opiniões exteriores. A Tebis Consulting proporciona isso à empresa desde 2006. Os consultores da Tebis analisaram todos os processos e identificaram oportunidades para melhorias. Na altura, havia, em especial, uma situação problemática: Responsabilidades mal definidas interrompiam de forma sistemática o processo de fabricação. A introdução de responsabilidades definidas e uma atribuição das funções foi a solução e assim as tarefas puderam ser claramente atribuídas. Além disso, a Tebis implementou as bibliotecas de processos e a programação uniformizada para evitar erros de produção e a simplificar os processos desde o início.

    Fabricação de alta qualidade de forma precisa

    Na Merima, especialmente aos processos de preparação e controlo do trabalho foi atribuída uma grande prioridade, de forma a poder conceber da melhor forma possível os processos de fabricação. «O nosso objetivo e a produção com zero defeitos », afirma Wind. Os trabalhadores mantêm fichas de especificações detalhadas, nos quais avaliam cada componente, agrupam os grupos de produção e criam planos de ocupação para as máquinas e para o trabalho manual. «Isto permite uma cadeia contínua de processos e, dessa forma, podemos facilmente passar os componentes da fase de desenvolvimento à de produção.»

    As elevadas qualidades de superfícies são essenciais para os exigentes clientes do setor automóvel. O produtor de ferramentas utiliza o software de simulação Autoform para desenvolver peças para a conformação de chapas. «Muitas vezes, nós temos de importar dados a partir delas para a Tebis e isso funciona sempre sem problemas», afirma Wind. Antes, o processamento de superfícies era muito moroso: Ler grelhas, introduzir alterações, calcular a recirculação da superfície - tudo isso implica um grande esforço. Mesmo assim, eram necessárias muitas reformulações manuais. «O que antes demorava uma semana a fazer é feito agora num dia com a deformação Tebis BRep e a reformulação manual também foi reduzida», afirma Wind. «Além disso, a boa preparação de superfícies ativas reduziu significativamente os nossos tempos de ensaio.»

     

    Lars Weiß, Diretor de Desenvolvimento e Design, trabalha diariamente com o software de deformação Tebis BRep.

    Rapidez e segurança através da automação

    Para o Chefe de equipa, um software tem de ser fácil de utilizar e facilitar o trabalho. Na Merima tenta-se já durante a fase de construção, orientar tudo para uma programação boa e mais o simples possível. O motivo: assim não são necessários dois trabalhadores para a mesma tarefa – com resultados diferentes. Extremamente útil para isso é a contínua automação com modelos da Tebis, nos quais o conhecimento metódico é registado. «Isso dá-nos mais segurança e uma vantagem significativa no que diz respeito à celeridade», salienta Wind. A Merima utiliza modelos para todos os tipos de processamento, incluindo ”features” regulares para 2.5D para uma programação NC simples e exata. Todas as “features” estão associadas a uma especificação de processamento precisa, na qual estão já memorizadas as estratégias de fresagem corretas. O programador tem apenas de selecionar o modelo adequado. Na Merima, esta automação promoveu também uma produção com baixa mão-de-obra: Antes eram necessários cinco programadores num sistema de três turnos para três máquinas. Atualmente, trabalham apenas dois programadores com sete máquinas - e num sistema de dois turnos.

     

    Björn Wind e Immanuel Haß inspecionam uma peça no centro de processamento de 5 eixos Hermle C400U.

    Conhecimento de fabricação memorizado de forma digital

    A deformação exata de chapas de metal requere muita experiência e conhecimento técnico. É por isso que a Merima apostou muito cedo nas bibliotecas de conhecimento. «Quem não documenta o seu conhecimento de fabricação está simplesmente a desperdiçar dinheiro », afirma Wind. As bibliotecas de processos da Tebis foram muito convenientes. A Tebis Implementação configurou bibliotecas e normas de ferramentas na Merima. «Nós pensámos em tudo isso com muito trabalho e compreensão e aplicámo-lo. Agora tudo é processado de forma exata e rápida. A nossa biblioteca aumenta diariamente», salienta Wind. Nas bibliotecas de ferramentas, a Merima, por exemplo, armazena as ferramentas que são realmente utilizadas e os respetivos dados com os parâmetros do fabricante comprovados e os valores de corte originais. Isto possibilita que os trabalhadores tenham acesso a elas de forma fácil e consistente.

    Com o Tebis Viewer, os trabalhadores têm sempre uma visão geral de todas as informações importantes. Quase não é necessário efetuar alterações aí.

    Com o Tebis Viewer, os trabalhadores têm sempre uma visão geral de todas as informações importantes. Quase não é necessário Além disso, foram configurados grupos de ferramentas, de forma que cada máquina tenha as mesmas 30 ferramentas nas primeiras posições. Vantagem: disponibilidade total. Isto facilita claramente a seleção e a mudança e poupa tempo. Assim, tanto os programadores como os operadores das máquinas não precisam de pensar previamente, se uma ferramenta está presente no momento desejado.
    A Tebis Implementação criou também pós-processadores personalizados para a Merima, de forma a aumentar a segurança de processos. Nos primeiros três projetos, o Chefe de equipa ainda estava com muitas dúvidas sobre se as trajetórias da ferramenta também seriam usadas corretamente. Mas rapidamente constatou: Que funcionam sem problemas. «Com a Tebis conseguimos melhorar todo o nosso processo de produção, tornamo-nos mais rápidos e flexíveis e produzindo com mais eficiência e segurança. Tudo isto, graças principalmente à elevada consistência do software, que é única», conclui Björn Wind.efetuar alterações aí.